Sábado, 13 de Agosto de 2022

Nuvens esparsas

Curitiba - PR

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Deputados comemoram acordo para derrubar vetos a propostas de incentivo à cultura; acompanhe

Wesley Amaral/Câmara dos Deputados Jandira Feghali: a mobilização do setor artístico foi fundamental para o acordo Deputados de diversos partidos...

05/07/2022 às 20h21
Por: Cabn Brasil Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Jandira Feghali: a mobilização do setor artístico foi fundamental para o acordo - (Foto: Wesley Amaral/Câmara dos Deputados)
Jandira Feghali: a mobilização do setor artístico foi fundamental para o acordo - (Foto: Wesley Amaral/Câmara dos Deputados)

Deputados de diversos partidos celebraram o acordo para derrubar os vetos às propostas de incentivo à cultura: a Lei Paulo Gustavo e a Lei Aldir Blanc 2. As duas medidas tratam da liberação de recursos para ajuda ao setor cultural.

A mobilização contra os dois vetos incluiu a participação de diversos artistas, que acompanharam as negociações e a votação dos vetos. A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) afirmou que a presença de representantes do setor foi fundamental para o acordo.

“A presença de vocês [artistas] fez o ambiente mudar e fizeram com que o coração e a consciência dos parlamentares compreendessem que arte é ofício, arte é trabalho, as pessoas vivem da arte”, afirmou.

Feghali destacou que a Lei Aldir Blanc 1 demonstrou a capacidade de articulação dos gestores estaduais e municipais nos investimentos do setor e na desburocratização. Foi essa norma que inspirou a aprovação da Lei Paulo Gustavo e da Lei Aldir Blanc 2, que cria uma política pública permanente inspirada na lei de 2020.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) ressaltou que as propostas podem destinar R$ 6 bilhões para a cultura. “Hoje é um dia histórico de nós darmos uma demonstração de respeito a tudo que a cultura já fez e a tudo que ela fará pela identidade e pelo nosso projeto de nação”, disse.

A líder do Psol, deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP), afirmou que a votação é mais uma vitória do Congresso diante do Poder Executivo que, na sua avaliação, tentou desmontar as fontes de financiamento da cultura.

“Além de o acesso à cultura ser um direito da população, é também um setor econômico importante: são cerca de 4% do nosso PIB. Isso não pode ser irrelevante, só mesmo na mente de um governo negacionista”, disse.

Para o deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), o acordo construído chegou a um equilíbrio para fortalecer a cultura do País. “Nós tivemos um avanço muito grande com a Lei Aldir Blanc. A Lei Aldir Blanc 2 é fundamental porque os nossos fazedores de cultura estão preparados. Só no estado do Rio de Janeiro, atendeu mais de 2.500 projetos”, informou.

O deputado Marcelo Ramos (PSD-AM) destacou que deputados de diferentes correntes ideológicas conseguiram se unir em defesa do setor em duas leis que dão sustentabilidade ao setor. “É importante entendermos que essa luta em defesa da cultura não é uma luta de direita ou da esquerda, não é uma luta de liberal. A luta pelo direito à cultura equivale à luta pelo direito de comer, pelo direito de trabalhar, é uma luta por liberdade”, disse.

Assista ao vivo

Mais informações a seguir

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Curitiba - PR Atualizado às 06h09 - Fonte: ClimaTempo
Nuvens esparsas

Mín. Máx. 20°

Dom 22°C 10°C
Seg 25°C 12°C
Ter 22°C 15°C
Qua 19°C 14°C
Qui 26°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes