local 1

Moradores questionam construção de nova sede de escola que funciona há quase 20 anos em local improvisado

Por Cabn em 24/11/2021 às 14:09:47
Escola fica sob as arquibancadas do est√°dio Pedro Basso, em Foz do Igua√ßu. Moradores vizinhos do novo local sinalizado pela prefeitura, fizeram abaixo-assinado contr√°rios a constru√ß√£o do colégio no espa√ßo. Escola est√° h√° quase 20 anos em local improvisado

A constru√ß√£o da nova sede da Escola Municipal Professora Lúcia Marlene Pena Nieradka, em Foz do Igua√ßu, no oeste do Paran√°, tem gerado conflito. H√° quase 20 anos a escola funciona de forma improvisada sob arquibancadas do est√°dio Pedro Basso - uma √°rea particular cedida ao município em raz√£o de um antigo acordo e n√£o possui espa√ßo para amplia√ß√£o.

“N√£o é o local adequado. O barulho dessas ruas, temos pouca dist√Ęncia entre a rua e escola. N√£o temos mais espa√ßo para guardar os jogos, materiais que compramos e estamos ficando sem espa√ßo nenhum”, comenta a diretora da escola, Marcia Melhoran√ßa.

Em 2019, pais e professores da escola propuseram que a escola fosse construída em um novo espa√ßo nos encontros do Or√ßamento Participativo de Foz do Igua√ßu.

Escola funciona h√° vinte anos sob arquibancadas de est√°dio

reprodução RPC

A m√£e de um alunos da escola √āngela Maria Berlanda afirma que a obra foi aprovada e um terreno foi indicado pela prefeitura. "Ganhamos o dinheiro para a constru√ß√£o da escola e indicaram o terreno, que é público, é uma reserva técnica da prefeitura".

A constru√ß√£o da nova sede, porém, tem sido questionada pelos moradores vizinhos do local, uma pra√ßa, sinalizada pela prefeitura, no Bairro Vila Yolanda.

Eles alegam que desde a cria√ß√£o do loteamento do Jardim Social, a √°rea seria de uma pra√ßa de 5 mil metros quadrados. O registro apresentado por eles é de 1974.

Eles afirmam ainda que é necess√°rio manter a conserva√ß√£o das cerca de 100 √°rvores que est√£o ao local e fizeram um um abaixo-assinado para que a escola n√£o seja construída no local.

“Ninguém esta contra a escola, ninguém que n√£o quer uma movimenta√ß√£o de escola aqui, mas existe uma lei de loteamento, que assegura que se isso aqui é uma pra√ßa, deve ser mantido como pra√ßa e se h√° outros espa√ßos para a constru√ß√£o da escola, porque você vai come√ßar a degradar uma √°rea que est√° sendo cuidada pelos moradores?", argumenta Alessandra Bortoletto Garbellotti, umas das moradoras vizinhas à √°rea.

Bandidos invadem escola municipal, em Foz do Iguaçu

No mês de outubro, a Associa√ß√£o de Pais, Mestres e Funcion√°rios (APMF) da escola encaminhou à C√Ęmara Municipal de Foz do Igua√ßu um pedido relacionado à constru√ß√£o da escola no terreno que a prefeitura havia sinalizado e pedido explica√ß√Ķes quanto à obra.

A prefeitura municipal informou que a pra√ßa é um local reconhecido como √°rea técnica, o que permite a constru√ß√£o de obras públicas como escolas no local.

A Secretaria de Educa√ß√£o confirmou em entrevista a RPC, que a constru√ß√£o da escola entrar√° em processo de licita√ß√£o até dezembro de 2021 e que a conclus√£o das obras da escola est√£o previstas para o fim de 2022.

Veja mais notícias da regi√£o em g1 Oeste e Sudoeste.

Fonte: G1

Comunicar erro
local 2

Coment√°rios

local 3