local 1

Justiça determina afastamento de vereador de Toledo investigado por concussão

Por Cabn em 24/11/2021 às 18:39:57
Segundo o MP-PR, Gilson Francisco (Cidadania) exigiu que assessor parlamentar fizesse empréstimo consignado de R$ 44 mil e repassasse R$ 32 mil para ele como garantia da manutenção do cargo do servidor. Vereador Gilson Francisco (Cidadania) foi afastado do cargo, em Toledo

Divulgação/Câmara Municipal de Toledo

A Justiça determinou o afastamento do vereador Gilson Francisco (Cidadania), de Toledo, no oeste do Paraná. Ele é investigado por suspeita de concussão, que é quando um agente público exige, para si ou para outro, vantagem indevida em razão do cargo que ocupa.

A decisão tem caráter liminar e foi publicada na terça-feira (23).

Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o vereador é investigado por ter exigido que um assessor fizesse um empréstimo de R$ 44 mil e repassasse R$ 32 mil para o parlamentar como garantia de manutenção do servidor comissionado no cargo.

O caso também está sendo apurado pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Toledo.

A liminar determina que o vereador não frequente a Câmara Municipal de Toledo e não tenha contato com pessoas relacionadas ao processo.

A promotoria pediu a prisão preventiva de Gilson Francisco e a suspensão do salário dele, mas estes pedidos não foram aceitos pela 1ª Vara Criminal de Toledo.

O g1 entrou em contato com o vereador e aguarda o retorno.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 PR

Veja mais notícias da região em g1 Paraná

Fonte: G1

Comunicar erro
local 2

Comentários

local 3